segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Quando é que posso respirar?

Tal como sabem não tenho tido muito tempo para vir ao Refúgio, a minha vida nos últimos tempos não me tem deixado parar para respirar um segundo que seja. Ando sempre de um lado para o outro a tentar resolver tudo da melhor forma possível. Seja pela Lucky, pela ajuda com o meu primo terrorista, pelas aulas de condução que comecei na quarta feira passada ou até mesmo pela notícia que vos dei ontem. Como vos disse, fui visitar o D' ao hospital. Cheguei cerca de uma hora antes para me poder inscrever para a visita. A espera não foi nada fácil, cada vez que o relógio estava mais perto das dezanove horas o meu coração disparava. Sou por natureza ansiosa e então quando toca a momentos importantes nem sei como me acalmar.
Contudo, assim que cheguei e encontrei o D', o meu estado acalmou-se. Fiquei tão tranquila durante a hora em que lá estive. Ele estava tão bem, deixou-me muito mais descansada. Mas não é que os médicos já lhe queriam dar alta? Quando foram ver os exames que ele tinha feito foram ver o pulmão esquerdo. Aquele que foi operado no ano passado. Aquele que está sem problemas. Quando o D', em conversa, se desbocou é que os médicos perceberam que era o direito que estava mal. Será possível? Lá se foi a alta.
Consegui deixar-lhe um livro para ler, não era aquele que eu queria mas era o único que tinha comigo: o que ando a ler neste momento. Mas como eu não sou de ficar por aí, preparei-lhe uma surpresa. Dentro do livro deixei cerca de quinze cartas, a típica brincadeira do "Abre esta carta quando...". Adorava ter assistido a cada carta que ele abrisse. Será que respeitou as regras? Estou ansiosa por saber o que ele achou. Aliás, estou ansiosa por o ver novamente. 
Agora não sei quando é que lá volto, não quis estar já a pedir novamente ao pai dele para voltar. Afinal, tinha acabado de sair de lá e existem mais pessoas que o querem ver para além de mim. Espero voltar brevemente, sempre que der eu estarei lá. Disso não haja dúvidas. Agora resta-me o Simba, fiquei a tomar conta do gatinho dele.

Tenho que deixar aqui um grande Obrigada a todas vocês, obrigada por todo o carinho que me têm deixado aqui. Obrigada por cada palavra de animo e conforto que me dão. Vocês são demais, a sério!
Boa semana e, para quem vai regressar às aulas, espero que tenham um excelente ano letivo.

6 comentários :

  1. Espero que continue a recuperar, boa semana querida :)

    ResponderEliminar
  2. Que ele melhore depressa. Espero que possas voltar em breve para o ver.
    De certeza que deve ter adorado ( ou irá adorar) as cartas :)

    ResponderEliminar
  3. As melhoras dele, vai ficar tudo bem! :)

    ResponderEliminar
  4. Adorei, fiquei apaixonada por essa ideia das cartas.. Ele deve ter amado, realmente! És mesmo um doce de rapariga! Obrigada nós, por continuares a deixar-nos mensagens e por arranjares um bocadinho de tempo para cá vires! Espero que tenhas um maravilhoso ano letivo!
    R: Tens razão querida, não sei é como o fazer... Há já muitooo tempo que ando com vontade de chorar e simplesmente não consigo! Desde que o meu ex acabou comigo não consegui deitar uma lágrima que seja! Não sei o que se passa comigo! Enfim...
    De nada linda, estarei sempre por aqui quando precisares!
    Beijinhos ♥

    http://sunflowerssblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. A ideia das cartas está mesmo gira! Tenho a certeza que o animou :)
    Muita força, minha querida, vais ver que tudo correrá pelo melhor.

    r: Muito, muito obrigada *.*
    Ora essa, não tens que agradecer, sempre que precisares estou aqui*

    ResponderEliminar
  6. Não serve de nada as palavras mas as melhoras para ele. Deve ser um gajo porreiro.

    ResponderEliminar

Diz-me o que vai dentro de ti ♥