segunda-feira, 4 de abril de 2016

Faculdade, cursos, médias, dores de cabeça


Quando finalmente tomo uma decisão em relação ao que seguir na faculdade, deparo-me com o típico problema: Médias.
Depois de percorrer os cursos todos ou quase todos da minha área, encontrei dois que me interessaram bastante: Recursos Humanos e Gestão Comercial e Vendas.
A minha media final é de 13,3 valores, o que significa que para seguir um destes cursos teria de ir para uma faculdade privada. Como sabem esta decisão requer algum dinheiro (cerca de 12 mil euros só para a licenciatura). Se por um lado sei que é isto que quero, também sei que é injusto pedi-lo aos meus pais. Principalmente pela minha mãe, sim porque o meu pai sempre foi muito agarrado ao dinheiro. - mas felizmente a lei neste aspeto está do meu lado - Visto que está fora de questão sair da minha área de conforto, também já estive à procura de uma outra solução, pedi ajuda a uma amiga minha que me aconselhou a tirar um curso numa faculdade pública e depois fazer o mestrado em Recursos Humanos. Se assim fosse iria para Administração Pública numa faculdade aqui em Lisboa onde sei que entro facilmente. Quer dizer, facilmente não porque o meu "melhor" exame nacional foi de 9,8 valores, ou seja, a média para candidatura desce imenso. Mas nada que não se resolva, ainda vou a tempo de fazer melhoria em pelo menos um exame este ano - em principio, Português - a tempo, salvo seja, o prazo para me inscrever já terminou, e se realmente quiser tenho de pagar vinte e cinco euros de multa vejam bem. Mas isto teria também os seus contras, será que iria gostar do curso se não é isto realmente que eu quero? Parecendo que não são três anos nisto. E depois será que ainda me aguento com um mestrado em cima? Parece-me tudo tão arriscado.

13 comentários :

  1. ja pensaste em repetir os exames? estou a falar a sério quando digo que te ajudo a estudar! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Boa sorte linda :)
    xxx
    www.prettyinpinkmc.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Estas decisões são sempre difíceis. Tens que analisar bem os prós e contras mas também no que realmente queres e o que podes fazer para alcançar esse teu objectivo ( mesmo a nível monetário). Pede também a opinião aos teus pais, pode ser que te surpreendam =)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. O conselho que te dou é que penses bem se realmente é isso que queres fazer, porque, lá está, são 3 anos de licenciatura e é fundamental estarmos num curso que nos diga alguma coisa. Claro que há sempre surpresas, às vezes aquilo que achamos que pode não ser bem a nossa área até se revela o oposto. No entanto, tudo isso tem que ser ponderado, temos que estar cientes de querermos, ou não, correr esse risco.
    Boa sorte!

    r: Não tens que agradecer, minha linda :)

    ResponderEliminar
  5. obrigada pelo comentário <3
    também passei por este stress todo de candidaturas no ano passado e aquilo que tinha em mente acabou por dar uma volta de 180 graus e por isso mesmo estava a pensar fazer uma espécie de vídeo informativo, a partilhar a minha experiência, para tentar acalmar e ajudar pessoas que estejam numa situação idêntica àquela por a qual passei

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Os meus pais sempre me disseram que muito dificilmente poderia entrar para uma privada porque realmente fica super caro e eles não me podem pagar tal, pelo que sempre excluí essa opção, mas verdade seja dita eu ainda ando a ver cursos... porque não vejo nenhum que goste.

    ResponderEliminar
  7. R: Sim, finalmente estou melhor :)

    ResponderEliminar
  8. Se achas que é mesmo o que queres, vai em frente! Boa sorte, seja qual for a tua decisão :)

    ResponderEliminar
  9. Eu não tenho a certeza se é verdade ou como funciona mas já ouvi falar que o estado paga algumas bolsas de estudo nas universidades privadas... mas não sei mesmo como funciona...

    ResponderEliminar
  10. 1º Calma!
    Estás exactamente com as mesmas duvidas que eu tive na altura. E é perfeitamente normal.
    Vou tentar ajudar-te com base na minha experiência.
    Quando cheguei ao fim do 12º ano estava na mesma situação que tu, não tinha média para entrar no curso que eu queria (eng. civil) e não queria de todo que os meus pais me pagassem um curso numa faculdade privada. Então comecei por procurar uma faculdade da área que eu queria (engenharia), depois comecei a procurar todos os cursos de engenharia que a faculdade tinha. Dentro desses cursos tentei encontrar o curso mais parecido, ou com o maior numero de disciplinas equivalentes, e claro, com média mais baixa.
    Consegui encontrar imensos com cadeiras equivalente, pelos menos todos os cursos de engenharia são muito semelhantes no primeiro ano.
    Depois de toda esta busca candidatei-me a alguns. O plano seria entrar noutro curso de engenharia que tivesse cadeiras equivalente para depois no fim do primeiro ano da licenciatura mudar para o curso que eu queria. E se tivesse ido avante tinha conseguido sem problemas.
    A realidade é que depois de ter entrado no outro curso de engenharia acabei por gostar tanto que no fim do primeiro ano já não quis mudar.
    É normal não teres certeza do que queres, passei muito tempo com duvidas, já mesmo depois de ter entrado na faculdade, tenho colegas meus que só depois de dois anos de curso é que perceberam que afinal queriam tirar uma coisa completamente diferente.
    Tem cala, tudo se há-de resolver, boa sorte! :)

    ResponderEliminar
  11. estou na mesma situação, tu sabes. eu inscrevi-me no exame de matemática e portugues. e ajudo-te sempre q precisares!

    ResponderEliminar

Diz-me o que vai dentro de ti ♥